Casa Aragão

Fundada em 1764 a CASA ARAGÃO viu, desde sempre, o seu nome associado à produção e comercialização de azeite.

» Casa Aragão
F

Fundada em 1764 a Casa Aragão viu, desde sempre, o seu nome associado à produção e comercialização de azeite.

Artur Aragão

Com sede no coração de Trás-os-Montes, mais precisamente em Alfândega da Fé, esta empresa, de cariz familiar, tem sabido aliar tradição e qualidade. Gerida por Artur Aragão, que aos poucos foi assumindo as rédeas do negócio familiar, é uma empresa dinâmica, com produtos de elevada qualidade e dotada da mais avançada tecnologia. Com a produção e embalamento sedeado no concelho transmontano de onde é originária a família está também representada no Brasil, país onde tem uma filial. A internacionalização da marca é coisa da últimas duas décadas, apesar do cultivo da azeitona e da produção de azeite serem há mais de 200 anos uma das principais atividades da família o que é facto é que a empresa e as marcas por ela comercializadas ganham outra projeção e reconhecimento na década de oitenta.

A Casa Aragão é responsável pela produção dos azeites: Casa Aragão, Casal da Vilariça, Alfandagh Alfandagh Kids e Ouro Líquido. As azeitonas são provenientes dos olivais do concelho de Alfândega da Fé, do Vale da Vilariça e das encostas do Rio Sabor e Tua. Obtidos através de extração a frio, estes azeites de baixa acidez e cor dourada têm um sabor a frutos frescos muito agradável. Para isso contribuem as variedades Verdeal, a Madural, Cordovil e a Cobrançosa, sendo estas reconhecidas pelo selo Origem Protegida “D.O.P. Trás-os-Montes”. Assim o consumidor tem a garantia da origem e qualidade do produto, bem como do respeito e controle de todas as normas de produção e transformação previstas na lei em vigor. A certificação é feita pela SATIVA.

Tal como em 1989 a Casa Aragão lançou no mercado o primeiro Azeite Biológico português, agora, neste novo milénio, é também pioneira no desenvolvimento produtos diferenciados. Aliás, um dos seus principais lemas foi, desde sempre, a diferenciação pela qualidade. Daí que se tenha vindo a destacar como pioneira em diversos domínios ligados ao seu sector de atuação. Nomeadamente:

  • Primeiro Lagar Ecológico do Nordeste Transmontano;
  • Primeiro Lagar com tratamento de águas residuais, o que demonstra a preocupação ambiental da empresa;
  • Primeiro Rótulo em Braille, o que demonstra a preocupação Social da empresa;
  • Primeiro Azeite DOP Trás-os-Montes, em 1996. Sendo uma das empresas fundadoras da Denominação de Origem Protegida de Trás-os-Montes, o que mostra a preocupação pela qualidade e pela defesa dos produtos desta nossa região;
  • Primeiro Azeite Biológico para Bebés e Crianças, Alfandagh Kids.
  • Primeiro azeite Transmontano com ouro (23 quilates) comestível.

Com este último produto, o Ouro Líquido, a Casa Aragão pretende conquistar novos mercados. Nesta empresa as exportações representaram, em 2011, 40% da faturação de um milhão de euros.
Os mercados asiático e dos Estados Unidos da América são a aposta do produtor, que ainda recentemente conseguiu conquistar novos apreciadores em Macau, na China e na Indonésia com o primeiro azeite biológico para bebés e crianças, o Alfandagh Kids.
O Brasil é um dos principais mercados internacionais deste produtor transmontano, que exporta também para vários países da Europa.
O azeite com ouro será o primeiro desta casa sem certificação porque não pode ser um azeite DOP ou biológico, já que as regras não permitem adicionar nada ao azeite – nem mesmo ouro.